Papapapa papapa paparararararara

agosto 30, 2007 às 4:47 pm | Publicado em Seriados | 3 Comentários

Por pura preguiça (e/ou porque a Vivax é uma porcaria e não tem um monte de canais legais), eu tenho deixado passar um monte de séries bacanas. Mas como sempre é tempo de corrigir os erros, estou (que vergonha!) conhecendo agora:

How I Met Your Mother: Simplesmente AMEI. Tem a Alyson ‘Willow’ Hannigan, mais fofa do que nunca. Tem amigos na faixa dos vinte, trinta anos. Tem historinhas divertidas. Tem o Neil Patrick Harris (ehehe! o Doogie Howser!), super engraçado. E após os quatro primeiros episódios, arrisco dizer que tem potencial para entrar na minha lista de séries preferidas de todos os tempos. It’s going to be legendary!

Barney

The Office: Com tanta gente elogiando, dava até medo de acabar me decepcionando com The Office. Ainda bem que as pessoas estavam certas, a série é genial. Todos os personagens são tão reais que você consegue imaginar aquelas pessoas trabalhando no mesmo escritório que você. Adoro os silêncios constrangedores promovidos pelo chefe. E o Jim é beem bonitinho, né? 😉

Episódios finais da segunda temporada de My name is Earl: Que feio!!! Como pude deixar MNIE de lado assim? Como pude simplesmente esquecer de uma série que me trouxe tantos momentos de diversão? Vou pagar penitência e assistir ‘Sim Querida’ dublado na Fooox, assim aprendo a não ser tão ingrata! Mas sobre o episódio, (spoiler?) que dó do Earl!

House: Os personagens são ótimos, O House é o máximo, as histórias são bem legais, e eu pretendo assistir tudinho. Mas falando a verdade, ainda não me ganhou. Ainda não tenho aquela dependência, não fico ansiosa esperando pelo próximo episódio. Veremos como vai ser…

Ainda falta:
Veronica Mars, Nip/Tuck, Prison Break

I’ll be coming home next year

julho 25, 2007 às 8:17 pm | Publicado em Fofuras, Livros, Seriados | 2 Comentários

Eu ❤ Paul Torrent! 🙂

Ele está me mandando AS QUATRO TEMPORADAS de Ed!!! Sabe quanto tempo eu procuro por isso? Sabe o quanto eu já rezei pra Sony reprisar a série mais linda-bacana-meiga do mundo? Eu sei que vai demorar meses (o Paul T. é legal, mas é meio lerdinho), mas cada segundo vai valer a pena!

Hoje, se o Deus protetor da banda larga permitir, a primeira temporada vai estar lá em casa…

Ah, e de brinde, consegui as quatro temporadas de Two Guys and a Girl também! \o/

***

Já faz um tempão que li Ensaios de Amor, do Alain de Botton. Já que minha memória está ficando cada vez pior (basicamente só lembrava que o cara se apaixona por uma menina que estava sentada na poltrona ao lado dele no avião, e que o nome dela era Chloe), e aproveitando uma bela promoção na Livraria da Vila (50% de desconto, só porque o livro estava com cara que foi molhado – nem quero pensar que tipo de liquido foi derrubado :P), resolvi relê-lo. E estou adorando!

Realmente não entendo como ele pode não ter gostado desse livro…

***

Li também Princesas do Mar (As Cartas de Vento), do Fábio Yabu.
É a coisa mais fofa do mundo!

E como eu sei que vai ter comentários do tipo ‘ela chorou no final, hahaha’, eu admito: chorei mesmo, tá? Eu gosto de tartaruguinhas, poxa…

Princesas do Mar

***

E comprei o cd novo da Ludov, mas… ainda não ouvi… 😮

Tell me, tell me, there’s no goodbyes

junho 8, 2007 às 10:11 pm | Publicado em Seriados | Deixe um comentário

Estou com aquele vazio pós fim de série…
Gilmore Girls acabou. Nem dá pra acreditar que é verdade… o episódio final foi fofo, e tão levinho que nem parecia ser o último.
GG acabou, The OC acabou… como serão as noites de quinta-feira agora?

Only in dreams

março 23, 2007 às 4:49 pm | Publicado em Seriados | 4 Comentários

Na minha visão de mundo perfeito (onde os juros do cartão de crédito são de 0,0%, o Weezer lança um cd por semestre, eu faço parte das Pipettes e todo mundo tem um gatinho de estimação), o final de Gilmore Girls seria assim:

– A gravidez da Lane é psicológica. Aquela barrigona horrível desaparece, a banda dela é a nova promessa de salvação do rock e o Seth Cohen volta a ser o guitarrista.

– A Sookie vira vegetariana, e é eleita a chef natureba do ano.

– A Emily e o Richard continuam sendo Emily e Richard.

– A Rory dá um chutão no Logan. E corre atrás do Jess. Eles se casam, e ela se torna a senhora Rory Gilmore Petrelli.

– A April, filha do Luke, desenvolve uma super fórmula para ficar invisível. E some de vez.

– O Luke, pai da April, resolve viver pra sempre sozinho. Ele vai ser feliz assim, na lanchonete, cuidando dos sobrinhos, servindo café pra Lorelai. Numa outra vida (ou série), ele e a Lorelai vão ser almas gêmeas, mas em GG não.

– A Lorelai percebe que o Chris é o cara. E que os dois ficam lindos andando de sobretudo pelas ruas de Stars Hollow.

– O Paul Anka se apaixona por uma bela cadelinha. E lindos filhotinhos nascem desse amor. Afinal, todo final tem que ter casamento e bebês!

E assim, todos vivem felizes pra sempre!

We can be Heroes, just for one day

março 14, 2007 às 8:28 pm | Publicado em Seriados | 3 Comentários

Acabou Who Wants to Be a Superhero
Eu gostava da Fat Momma, mas o Feedback era o meu preferido. Ele tinha toda pose de super herói, parecia ser o que mais levava a sério aquilo. E pô, o cara chorando, falando da morte do pai, da influência do Homem Aranha na vida dele… vai dizer que não foi emocionante?

stan_lee.jpg

E que tiozinho fofo é o Stan Lee!

There goes my hero

março 2, 2007 às 9:15 pm | Publicado em Seriados | 3 Comentários

Post cheio de spoilers, aviso pra quem gosta de Heroes, mas ainda não assistiu o episódio 17 (Company Man).

Como um episódio sem o Peter Petrelli e sem o Hiro poderia ser bom?
Mas foi. E bom é pouco. Foi perfeito, talvez o melhor episódio de todos (ainda não me decidi se gostei mais desse ou do Homecoming).
Olha só: A gente fica sabendo como a Claire foi adotada! E fala um pouco mais do tal homem invisivel! E o Haitiano! E que o Mr. Bennet não é tão do mal assim. E, peloamordedeus, o pai do Hiro tem muito a ver com tudo isso!! (aliás, falha minha, o Hiro aparece no episódio sim, mas num flashback, criancinha e jogando Gameboy. Fofo!). E quem é aquele cara, aparentemente chefe do pai da Claire? (hum, aliás, qual o nome de verdade do HRG?)

Ainda teve o Ted-radioativo dando chilique e botando fogo na casa, a Claire-Bear tomando tiro, depois toda queimada, depois se regenerando e voltando toda linda e loira, com os cachinhos arrumadinhos. Ah, e o Mr. Muggles, pra minha total felicidade, não sofreu um arranhão com toda essa bagunça. 🙂

Se tivemos um episódio desses, aparentemente num dia ‘normal’, como é que vai ser o final da temporada?!
😮

*PS: Segundo minhas pesquisas, a frase em japonês que o Mr Bennet pensa (e o Parkman ouve) é: ‘I must save my family. Protect them at any cost’. (nada muito revelador ou importante…)

Acho que terei filhos assim…

Oh, here they come, the beautiful ones

janeiro 24, 2007 às 12:32 pm | Publicado em Seriados | 4 Comentários

Paul Torrent não foi o cara mais legal do mundo comigo, enrolou o que pode, e só me mandou Heroes ontem a noite, bem tardão. Só que o Mr. Sandman me mandou primeiro pro mundo dos sonhos. Ou seja, AINDA não assisti o super, hiper, mega, tri bacana 12º episódio. Agora, preciso arranjar uma maneira de não pensar no assunto durante as próximas 8 horas de trabalho. Preciso fugir dos spoilers e chegar em casa o mais rápido possivel!

***

Como prêmio de consolação, ele mandou o episódio piloto de Ugly Betty. E quer saber? É bem legal! É divertido, exagerado, clichezão. E a Betty é feia, mas é uma fofa.

***

E revendo os episódios finais da 2a temporada de Grey’s Anatomy, só dá pra dizer: PUTA SÉRIE BOA DO CARALHO! (‘olha a boca suja, menina!’, diria minha mãe…)

Não deu nem vontade de assistir What About Brian em seguida… Eu até tenho achado legalzinho, mas naquele momento, depois daquele super episódio (Dr Burke sendo operado, o coração do Denny Duquette mais pra lá do que pra cá) fiquei com a impressão que nenhuma outra série ia ter graça… sério mesmo…

So long, goodbye… I never cried that much for you

janeiro 5, 2007 às 2:05 pm | Publicado em Seriados | 5 Comentários

Então, né… sabe The OC? Já era. Foi pro saco. Morreu.
Tá, sem drama, porque tava mais do que na cara que isso ia acontecer. Mas bate aquela tristeza de leve, né? Pra mim era tipo uma série que eu amava odiar, algo assim. Assistia pra ficar reclamando que tava cada vez pior, que a primeira temporada que foi legal, que tava uma enrolação só… mas eu assistia!
Mais um horário vazio na minha programação…

*um minuto de silêncio*

Mas agora o importante é: qual será o próximo seriado que o Adam-Seth-Brody vai fazer? 🙂

Seriados

dezembro 14, 2006 às 1:19 pm | Publicado em Seriados | 2 Comentários

Já fui uma seriadomaniaca melhor. Já houve um tempo em que eu tinha algum seriado especial pra assistir todos os dias da semana. Agora, ou por falta de tempo, ou por pura preguiça mesmo, não tenho acompanhado muita coisa. Minha semana tem sido assim:

Segunda feira: Tá bem fraquinho… quando lembro, assisto Ghost Whisperer (juro que é bem mais legal do que parece!), muito de vez em quando vejo Medium e só.

Terça feira: Tem sido o melhor dia da semana. Old Christine (que tá cada vez melhor! A Julia Louis Dreyfus tá perfeita!), Two and a Half Men, Grey’s Anatomy (e a nova temporada, peloamordedeus quando começa?!!!) e ultimamente, What about Brian (ainda não tenho opinião formada sobre essa série. Por enquanto, acho legalzinha e só)

Quarta feira: Era minha noite especial. Tinha muita coisa boa, tinha Reunion, tinha Related, tinha Love Monkey… agora tá vazia. Talvez eu devesse assistir regularmente Scrubs (que eu adoro, mas por algum motivo bizarro, não nunca sei o dia/hora que passa) e tô pensando em dar uma chance pra 30 Rock. Quem sabe?

Quinta feira: Gilmore Girls!!! E com o Christopher e a Lorelai juntos de novo! \o/
Ah, e tem The OC também (que, por sinal, tá MUITO diferente).

Sexta feira: Por algum outro motivo bizarro, eu nunca consigo ver as séries que passam na sexta feira. Pretendia ver The Class e não consegui. Pra falar a verdade, nem sei mais o que passa nas sextas! 😛

Manhãs de sábado: Não, não vou ficar com vergonha de dizer: Sou viciada em Changing Rooms e While you were out. Hum, mas será que se encaixa como seriado ou tá mais pra reality show? Credo…

E via download:

My name is Earl: Ótima!
Lost: Ainda bem que tem Heroes pra me fazer esquecer que ainda vai demorar um tantão pra ter episódios novos.
Heroes: Tá virando minha série queridinha. Save the Cheerleader! Save the World!

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.